5 dicas para ser um correspondente jurídico exemplar

 

Se quiser sair do lugar, você deve transformar seus sonhos em ações. Para que seus planos se tornem atitudes de sucesso, é preciso aliá-los à estratégia e planejamento.

Na advocacia, a auto-organização é algo importante. Alguns dos motivos são: clientes na agenda; prazos; datas de audiência e mais uma infinidade de coisas que não se pode deixar passar. Na correspondência jurídica, essas situações também se aplicam.  Afinal, para trabalhar como correspondente é necessário ser um advogado ou ser um estudante da área.

Trace estratégias para alcançar grandes escritórios que fidelizam correspondentes. Planeje como irá fazer para ser percebido. Não esqueça que seu maior cartão de visitas são seus trabalhos executados com excelência.

Para montar um plano de ação, leve em consideração que:

 

  1. A eficiência e o comprometimento são fiéis marqueteiros e serão uma porta para novos clientes;
  2. Não trabalhe em troca de honorários ínfimos.
    Neste ponto você tem de ter atenção, pois muitos contratantes oferecem honorários ínfimos. Não se deve aceitar esta situação. A própria OAB faz campanhas em prol de honorários dignos.
  3. Não seja ganancioso;
    Não se deve delimitar honorários que vão além da complexidade das condições que envolvem a execução da diligência. Vários estados possuem tabela com o valor digno para realização de diligências. Uma dica: basear-se nessas tabelas, mesmo não pertencendo ao estado;
  4. Seja detalhista.
    É importante também estar sempre a par de tudo que envolve o processo e a diligência. Não seja omisso na hora de questionar ao contratante. Assim, você já demonstra comprometimento e preocupação com a demanda;
  5. Não esqueça o que ouviu durante toda a faculdade: cada caso é um caso.

 

Após traçar sua estratégia e ter em mente um bom planejamento, é hora de colocá-los em prática.  Não deixe para amanhã o que pode ser feito amanhã – a expressão não foi escrita errada. O que queremos dizer é, esteja a frente dos prazos. Antecipar-se é garantir que desviar de situações inusitadas.

Ao seguir esses passos, você estará se certificando de que sua dedicação e o trabalho árduo serão recompensados. Como resultado, você terá, além da experiência, a clientela.

 

Texto: Marília Vargas
Revisão: João Vítor Perozzo