Tribunal e CNJ discutem melhorias para o PJe

 

O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador Joaquim Figueiredo, recebeu nessa segunda-feira (20/5), em seu gabinete, o juiz auxiliar da Presidência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Bráulio Gabriel Gusmão, que coordena o Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação do órgão.

A visita teve por objetivo conhecer os esforços do TJMA na implantação do Processo Judicial Eletrônico (PJe), bem como discutir as providências necessárias para que o Tribunal se transforme em fábrica do sistema.

Fotos do Presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Joaquim Figueiredo, com o juiz auxiliar da Presidência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Bráulio Gabriel Gusmão. A visita teve por objetivo conhecer os esforços do TJMA na implantação do Processo Judicial Eletrônico (PJe), bem como discutir as providências necessárias para que o Tribunal se transforme em fábrica do sistema. FOTO: TJMA

 

Participaram da reunião os desembargadores Jorge Rachid (presidente da Comissão de Informática), Jamil Gedeon, Paulo Velten (membros da comissão), Raimundo Barros, os juízes Roberto Abreu e Cristiano Simas (auxiliar da Presidência) e os diretores Mário Lobão (Geral), Paulo Rocha Neto (Informática e Automação) e Denyse Batista (Judiciária).

O magistrado falou sobre o desenvolvimento do sistema PJe, evolução e os benefícios que virão para o Tribunal. “Nós viemos alinhar com o Tribunal que agora passa a desenvolver soluções no próprio PJe, funcionando como fábrica do sistema”, disse o juiz do CNJ.

 

*Com informações do CNJ.